29.1.08

cores na chuva




dia de chuva em são paulo. um ponto de ônibus numa rua do centro. muitas cores em meio às gotas incessantes.

mas abriria mão dessas cores se pudesse colocar sobre elas um teto qualquer que abrigasse os donos dos guarda-chuvas - devidamente fechados - e também os sem guarda-chuvas, desavisados do humor oscilante do céu da metrópole.

porque é horrível pensar que a falta de cuidado com pessoas possa produzir uma imagem singela.

:.
foto: denio maués

8 comentários:

Igor Zolnerkevic disse...

Gostei!

Essa vista me é familiar...

denio disse...

fala, igor! valeu a visita. volte sempre! abraço.

Anônimo disse...

Hehe... deixe que a chuva acida da cidade corroa os guarda-chuvas...

Abraço,
Patire

denio disse...

fala, patire.
ó: melhor não dar idéia...

um abraço.

Alexandre disse...

Grande Dênio!
Bacana a imagem singela.
Mas o que seria do calor humano sem os momentos de chuva fria?
Deixem-nos na chuva, talvez sendo amparados por alguma senhora que nos contará das chuvas de outros tempos.
Hehe! Abraços!

denio disse...

fala, alexandre.
gostei das "chuvas de outros tempos". devem render boas histórias!

grande abraço.

Gustavo Xavier disse...

Singelas dores, macios incômodos. Chuva de metrópoles sobre a cabeça de tanta gente. Uma pena...

denio disse...

pois é, gustavo... e viu como choveu ontem?!

valeu a visita.

um abraço.